O outro lado do bullying

A cena é comum: no meio da aula alguém faz um comentário sobre uma formiga e o aluno engraçadinho aproveita:
“Uma formiga? Então é a « Fulana »!! – se referindo à colega mais baixinha da sala.
A reação comum da menina seria se levantar furiosa na direção dele, chorando e gritando nervosa.
Mas hoje foi diferente…

***

Comecei a escrever esse texto há uns três anos, quando presenciei uma cena interessante de interação entre os meus alunos e tomei coragem para dizer o que pensava ser o outro lado do bullying. A coragem passou e o texto ficou esquecido. No domingo passado, o início de uma série de reportagens do Fantástico1 sobre o tema foi uma grande motivação para o retorno à conversa por diversas razões. A primeira delas foi a forma estranhamente inadequada com que o assunto foi abordado no programa.

“Eu amo quem sou”

No início do projeto, uma…

View original post 4 289 mots de plus

Publicités

Laisser un commentaire

Entrez vos coordonnées ci-dessous ou cliquez sur une icône pour vous connecter:

Logo WordPress.com

Vous commentez à l'aide de votre compte WordPress.com. Déconnexion / Changer )

Image Twitter

Vous commentez à l'aide de votre compte Twitter. Déconnexion / Changer )

Photo Facebook

Vous commentez à l'aide de votre compte Facebook. Déconnexion / Changer )

Photo Google+

Vous commentez à l'aide de votre compte Google+. Déconnexion / Changer )

Connexion à %s